terça-feira, 15 de novembro de 2011

Baião de dois


A idéia de fazer esse prato surgiu quando nossos amigos Lesuir e Ana trouxeram uma carne de sol de cordeiro mamão pro meu sogro. Como o Lesuir é de Mossoró e gosta bastante de pratos do norte/nordeste, pensamos, meu marido e eu, que seria muito legal fazermos um baião de dois pra acompanhar a carne. Comíamos muito esse prato quando nos refugiávamos aos finais de semana em Itaipuaçu – RJ.
Nossa, e quantos finais de semana...
Tinha um barzinho chamado Mistura do Nordeste e ele ficava estrategicamente localizado no caminho que nos levava à pousada. Sempre chegávamos com fome e o "Mistura" era destino certo. A variedade e a sequência de cachacinhas também era outro atrativo do local. Tinha a Donzela, a Rainha, a Marimbondo, ...,
cada uma com seu grau de "seriedade".
Quando chegava na última, meu marido até dançava forró!

Dessa vez, nosso baião não foi de dois, foi de seis. Seis ingredientes principais, seis amigos e uma panela de barro.
Pois é, inventei de comprar a panela pra dar um toque mais típico ao prato. E como ficou saboroso! Também usei o feijão de corda ao invés do fradinho e isso também contribuiu para o enriquecimento do prato.
A segunda versão do baião foi inspirada por um mousse maravilhoso de chocolate que ganhei da Gabriela, link em anexo.
Ontem, véspera de feriado, recebemos ela, Isadorinha e Daniel na casa dos meus sogros (porque aqui em casa meus cachorros não permitiram).
Papo vai, papo vem, comecei os preparativos um pouco tarde e
só fomos comer lá pelas 23h.

Ingredientes
500g de feijão de corda, verde ou fradinho
300g de arroz cozido
500g de queijo coalho em pedaços pequenos
500g de charque em pedaços pequenos e dessalgada
03 linguiças calabresas finas cortadas em rodelas
300g de bacon em pedaços pequenos
02 cebolas grandes em rodelas finas
04 dentes de alho fatiados
Cebolinha à gosto
Coentro à gosto
Azeite
Sal
Pimenta do reino

Modo de fazer
Colocar o feijão pra cozinhar e reservar a água pra cozinhar o arroz. Cuidado pra ele não cozinhar demais.
Colocar na panela de barro (ou na panela que tiver em casa) o bacon e reservar. Na mesma panela fritar a lingüiça, depois o charque e reservar.
Colocar a cebola e o alho na panela. Antes que o alho esteja dourado, acrescentar a metade dos ingredientes, feijão, arroz, bacon, charque, lingüiça e parte do queijo coalho. Colocar um pouco de sal e pimenta do reino, regar com azeite e misturar. Acrescentar o restante dos ingredientes e dispor o queijo dentro da panela. Regar com mais um pouco de azeite. Quando o queijo começar a amolecer, desligar, salpicar a cebolinha e o coentro e servir junto com uma boa pimenta caseira.
Rendimento: 06 pessoas no jantar e almoço pra dois no dia seguinte (porções caprichadas).

O Baião de dois é um prato típico do sertão nordestino, proveniente do Ceará. A receita original não era feita como descrevi. Levava arroz, feijão, toucinho, temperos e um pouco de farinha de mandioca. O que é indiscutível é o acompanhamento. Nada melhor que degustar uma bela cachaça com o baião.
Escolhemos a Magnifíca, e não é que ficou magnífico mesmo!


Link:

3 comentários:

  1. Nossa,que delícia de prato, vou tentar fazer no final de semana kkkkk beijossss

    ResponderExcluir
  2. Depois me conta como ficou!
    Beijos

    ResponderExcluir